27 de julho de 2014

Morre o astrônomo Ronaldo Mourão

Autor de 98 livros, era um dos mais respeitados astrônomos brasileiros

26/07/2014 - RIO - Morreu na noite desta sexta-feira o astrônomo Ronaldo Rogério de Freitas Mourão, de 79 anos. Ele estava internado no Hospital Quinta D'or desde sábado (19) com pneumonia dupla. O astrônomo também sofria do Mal de Parkinson. Há cerca de duas semanas, Mourão sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico.

Fundador do Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast) e pesquisador e sócio titular do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IGHB), Ronaldo Rogério de Freitas Mourão ficou conhecido como uma das maiores autoridades em astronomia do Brasil. O astrônomo publicou seus primeiros artigos de divulgação científica na revista Ciência Popular, em 1952, tem 98 livros publicados e mais de mil ensaios em livros, revistas e jornais.

Em 1956, Mourão foi admitido na Universidade do Estado da Guanabara (atual Uerj) onde obteve, em 1960, os títulos de Bacharel e Licenciado em Física pela Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras. Ainda em 1956 ele foi nomeado auxiliar de astrônomo do Observatório Nacional.

Em julho de 1967, ele obteve o título de doutor pela Universidade de Paris com menção muito honrosa. Em dezembro do mesmo ano, Mourão voltou para o Brasil, reassumindo suas funções como astrônomo no Observatório Nacional e pesquisador no Conselho Nacional de Pesquisa. Em março do ano seguinte foi nomeado astrônomo chefe da Divisão de Equatoriais.

As principais contribuições astronômicas do pesquisador foram feitas no campo das estrelas duplas, asteroides, cometas e estudos das técnicas de astrometria fotográfica. Em janeiro de 1997, ele foi agraciado pelo Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo com o colar do centenário e o respectivo diploma, como destaque cultural do ano de 1996. Em março de 1999, tomou posse na Academia Luso-Brasileira de Letras, na cadeira 38, que tem como patrono Gregório de Matos. Em junho do mesmo ano, foi eleito membro da Academia Brasileira de Filosofia, na cadeira 41, que tem como patrono Roberto Marinho de Azevedo.

Ao lançar "O livro de ouro do universo", em 2001, mais uma obra sobre sua especialidade, o astrônomo acabou revelando que é cético em relação às previsões dos astros. Durante uma entrevista, o cientista surpreendeu ao comentar sobre a astrologia:

— É claro que os astros não mentem jamais. Eles não dizem nada mesmo — disse.

O secretário Marcelo Belo David, que trabalhou com ele por 31 anos, ressaltou que Rogério Mourão é considerado um ícone na história da astronomia brasileira.

— Ele era uma pessoa muito humana e maravilhosa. Fez muita coisa pelo Brasil. Abriu mão de sua carreira internacional para se dedicar a astronomia brasileira, um de seus grandes sonhos — contou.

Mourão deixa quatro filhos e dois netos. O corpo do astrônomo foi sepultado neste sábado no Cemitério São Francisco Xavier, no Caju. Fonte: Globo G1.

24 de julho de 2014

Baterista do Mr. Big está com mal de Parkinson


24 de julho de 2014 - O site WHD.co.jp divulgou que o baterista Pat Torpey, do Mr. Big, está com mal de Parkinson. De acordo com a publicação, a doença o impedirá de fazer as datas da vindoura turnê mundial da banda, que divulga o álbum “…The Stories We Could Tell”, a ser lançado ainda neste ano. O grupo confirmou a informação em sua página oficial no Facebook.

Em entrevista ao site, Pat Torpey disse que sente os sintomas há alguns anos. “Só agora recebi o diagnóstico de que os sintomas pioraram. Quero lutar contra a doença com a mesma intensidade que toco bateria e minha vida vai continuar a mesma, com gravações e shows com o melhor da minha habilidade”, disse.

O Mr. Big deve anunciar em breve um novo baterista que vai assumir a maioria das datas de shows da banda, que começam nos próximos meses. É esperado que Torpey continue a excursionar com a banda sempre que possível, com participação nos sets acústicos e nas canções mais adequadas. Fonte: Van do Halen.

6 de julho de 2014

Chefe da igreja ortodoxa russa na Ucrânia morre em Kiev

Anúncio foi feito pelo patriarcado de Moscou em seu site.
Volodimir, de 78 anos, estava internado em hospital.
Volodimir, chefe da igreja ortodoxa russa na Ucrânia, em foto de 5 de janeiro de 2014 (Foto: Sergei Chuzavkov/AP)
05/07/2014 - O metropolitano Volodimir, chefe da igreja ortodoxa russa na Ucrânia, morreu na noite de sexta-feira (4) em Kiev, anunciou o patriarcado de Moscou em seu site.

Segundo a imprensa local, o eclesiástico de 78 anos estava internado numa clínica da capital ucraniana devido a uma hemorragia interna, depois de travar uma longa batalha contra um câncer e o Mal de Parkinson.

A igreja ortodoxa ucraniana subordinada ao patriarcado de Moscou é, com suas 11.000 paróquias, a principal comunidade religiosa do país, à frente da igreja ortodoxa nacional independente, dirigida pelo patriarca de Kiev Filareto e criada depois da queda da URSS.

As relações entre as duas igrejas costumam ser tensas, e isso se agravou com a rebelião dos separatistas pró-russos no leste da Ucrânia.

Volodimir evitou alinhar-se com o patriarcado de Moscou, propenso a seguir a linha política do Kremlin.

O chefe da igreja ortodoxa russa, o patriarca Kiril, homenageou o falecido neste sábado, ao dizer que ele "carregou durante 22 anos a pesada cruz da responsabilidade do destino da ortodoxia na Ucrânia". Fonte: Globo G1.

16 de junho de 2014

Morre aos 79 anos o empresário Moise Safra

15/06/2014 - Banqueiro e empresário de origem libanesa sofria de Mal de Parkinson e estava internado no Hospital Albert Einstein. (segue...) Fonte: Globo G1.

1 de maio de 2014

Morreu o actor Bob Hoskins

Abril 30, 2014 - Bob Hoskins já sofria há alguns anos de Parkinson e reformou-se em 2012.

Bob Hoskins morreu esta terça-feira à noite, aos 71 anos, vítima de pneumonia, avançou o seu agente.

O actor britânico ficou célebre pelo seu papel “Em quem tramou Roger Rabbit”, pelo qual venceu um “Globo de ouro” e um “Bafta”.

A sua mulher e filhos declararam em comunicado estarem completamente “devastados com a morte do adorado Bob”.

A família do actor pede igualmente que respeitem a sua privacidade e agradece as mensagens de apoio.

Bob Hoskins já sofria há alguns anos de Parkinson e reformou-se em 2012.

O actor morreu pacificamente no Hospital, rodeado da família. Fonte: Antena Lusa.