6 de julho de 2014

Chefe da igreja ortodoxa russa na Ucrânia morre em Kiev

Anúncio foi feito pelo patriarcado de Moscou em seu site.
Volodimir, de 78 anos, estava internado em hospital.
Volodimir, chefe da igreja ortodoxa russa na Ucrânia, em foto de 5 de janeiro de 2014 (Foto: Sergei Chuzavkov/AP)
05/07/2014 - O metropolitano Volodimir, chefe da igreja ortodoxa russa na Ucrânia, morreu na noite de sexta-feira (4) em Kiev, anunciou o patriarcado de Moscou em seu site.

Segundo a imprensa local, o eclesiástico de 78 anos estava internado numa clínica da capital ucraniana devido a uma hemorragia interna, depois de travar uma longa batalha contra um câncer e o Mal de Parkinson.

A igreja ortodoxa ucraniana subordinada ao patriarcado de Moscou é, com suas 11.000 paróquias, a principal comunidade religiosa do país, à frente da igreja ortodoxa nacional independente, dirigida pelo patriarca de Kiev Filareto e criada depois da queda da URSS.

As relações entre as duas igrejas costumam ser tensas, e isso se agravou com a rebelião dos separatistas pró-russos no leste da Ucrânia.

Volodimir evitou alinhar-se com o patriarcado de Moscou, propenso a seguir a linha política do Kremlin.

O chefe da igreja ortodoxa russa, o patriarca Kiril, homenageou o falecido neste sábado, ao dizer que ele "carregou durante 22 anos a pesada cruz da responsabilidade do destino da ortodoxia na Ucrânia". Fonte: Globo G1.

16 de junho de 2014

Morre aos 79 anos o empresário Moise Safra

15/06/2014 - Banqueiro e empresário de origem libanesa sofria de Mal de Parkinson e estava internado no Hospital Albert Einstein. (segue...) Fonte: Globo G1.

1 de maio de 2014

Morreu o actor Bob Hoskins

Abril 30, 2014 - Bob Hoskins já sofria há alguns anos de Parkinson e reformou-se em 2012.

Bob Hoskins morreu esta terça-feira à noite, aos 71 anos, vítima de pneumonia, avançou o seu agente.

O actor britânico ficou célebre pelo seu papel “Em quem tramou Roger Rabbit”, pelo qual venceu um “Globo de ouro” e um “Bafta”.

A sua mulher e filhos declararam em comunicado estarem completamente “devastados com a morte do adorado Bob”.

A família do actor pede igualmente que respeitem a sua privacidade e agradece as mensagens de apoio.

Bob Hoskins já sofria há alguns anos de Parkinson e reformou-se em 2012.

O actor morreu pacificamente no Hospital, rodeado da família. Fonte: Antena Lusa.

10 de abril de 2014

Morre o arquiteto David Libeskind

Aos 85 anos, ele sofria de mal de Parkinson

10/04/2014 | O arquiteto David Libeskind morreu nesta quarta-feira (9/4), em São Paulo, informou o site Folha de São Paulo. Autor do projeto do Conjunto Nacional na cidade, ele tinha 85 anos e sofria de mal de Parkinson.

Nascido em Ponta Grossa, no Paraná, Libeskind mudou-se ainda pequeno para Belo Horizonte. Entre 1947 e 1952, cursou arquitetura na Universidade Federal de Minas Gerais. Ele atuou também como artista gráfico, ilustrador e pintor, tendo como mentor o professor modernista Guignard (1896 - 1962).

Além do Conjunto Nacional, projetado na década de 1950, o arquiteto também desenvolveu edifícios e residenciais em Higienópolis, casas no Pacaembu e nos Jardins, escolas e bancos.

O velório ocorrerá na manhã desta quinta-feira (10/4), no cemitério Israelita do Butantã, em São Paulo. Fonte: Zero Hora.

8 de abril de 2014

Fergus Henderson recebe prêmio por sua revolução da culinária britânica

Chef britânico sofre de Mal de Parkinson, mas passou os últimos 20 anos inovando na cozinha
Fergus Henderson, de 51 anos, ganha prêmio pela trajetória

8/4/2014 - O chef britânico Fergus Henderson foi reconhecido nesta terça-feira (8) com o prêmio Diners Club por toda sua trajetória, após mais de duas décadas de gastronomia inovadora à frente de seu restaurante St. John de Londres, informou a revista "Restaurant", que recentemente premiou a brasileira Helena Rizzo.

A cerimônia de premiação acontecerá no próximo dia 28 de abril, quando serão entregues em Londres os prêmios dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo de 2014 dessa revista britânica.

O chef inglês, de 51 anos, é considerado um revolucionário da culinária britânica, por sua originalidade na hora de conceber seus pratos e pela ideia que todas as partes do animal podem ser aproveitadas como ingrediente, o que levou esta gastronomia a adquirir um "novo enfoque", segundo William Drew, editor do Grupo dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo.

Apesar de sofrer do Mal de Parkinson desde o final dos anos 90, Henderson passou os últimos 20 anos inovando na cozinha britânica com contribuições como a revalorização dos produtos autóctones.

Ao saber da homenagem, Henderson assegurou sentir-se "muito honrado" por receber este prêmio. O chef é desde 1994 sócio cofundador do restaurante St. John, com duas estrelas Michelin, e em 1995 foi agraciado pela rainha Elizabeth II com a ordem do Império Britânico por seus serviços à gastronomia.

Outro prêmio já conhecido que será entregue em Londres no dia 28 é o de melhor chef do mundo, concedido há poucos dias à brasileira Helena Rizzo, do restaurante Maní, em São Paulo. Fonte: Record R7.