22 de março de 2011

Ginástica / Morreu Nikolai Andrianov, ginasta dono de 15 medalhas olímpicas
22.03.2011 - O ginasta soviético Nikolai Andrianov, detentor de 15 medalhas olímpicas, morreu nesta segunda-feira aos 58 anos, vítima de doença degenerativa.

Nikolai Andrianov, o ginasta mais medalhado de todos os tempos, morreu na segunda-feira aos 58 anos, após uma longa luta contra a doença de Parkinson, que lhe tinha sido diagnosticada há oito anos e lhe provocava atrofia muscular, o impedia de mover pés e mãos e não o deixava falar. Morreu na cidade onde tinha nascido, Vladimir.

“Recebemos esta tarde a notícia trágica da morte de Nikolai”, disse à agência Reuters o treinador da selecção russa, Alexander Alexandrov. “Estava doente há muito tempo”, acrescentou.

Com 15 medalhas olímpicas conquistadas – sete delas de ouro – Andrianov deteve durante muito tempo o recorde masculino de mais medalhas conquistadas em Jogos Olímpicos. O seu registo foi batido em 2008 pelo nadador norte-americano Michael Phelps. Ainda assim, Andrianov continua a ser terceiro na lista de atletas com mais medalhas olímpicas, atrás da ginasta Larisa Latynina (18 medalhas entre 1956 e 1964) e de Phelps (16 entre 2004 e 2008).

Andrianov conquistou as primeiras medalhas olímpicas em 1972, nas Olimpíadas de Munique: um ouro, uma prata e um bronze. Na edição seguinte dos Jogos Olímpicos, em Montreal (Canadá), o ginasta soviético averbou mais quatro de ouro, duas de prata e uma de bronze. Em 1980, nos Jogos de Moscovo, superou as dores de uma lesão para conquistar dois ouros, duas pratas e um bronze. Pouco depois, colocou um ponto final da carreira. Fonte: Publico.pt.

Um comentário:

Hugo disse...

E dizem por aí que praticar esportes seria neuroprotetor...